11/12/2020:

Banqueiros violam acordo e demitem durante a pandemia


Motivados por legítimo sentimento de repúdio à covadia dos banqueiros do Bradesco, Itaú e Santander que estão violando o acordo assinado com a classe trabalhadora, de não haver demissões durante a pandemia do novo coronavírus, os bancários fizeram intensa manifestação hoje com faixas e cartazes denunciando aquilo que chamam de comportamento ilegal da classe patronal, que estão demitindo e afastando funcionários em massa.

Omque causa ainda mais revolta é que enquanto os bancários são afastados ou demitidos de seus empregos, sem ter como dar sustento às suas famílias, os banqueiros estão montados no lucro conquistado para eles pelos trabalhadores: mais uma vez, os bancos registram recorde de lucro líquido; o Bradesco, por exemplo registrou lucro líquido no primeiro semestre deste ano, ou seja, em plena pandemia, de R$ 6 bilhões. O Itaú, idem. o Santander registrou R$ 4 bilhões para o mesmo período. Isso é uma vergonha!

A UGT-PE é solidária com toda a classe trabalhadora e isso inclui os bancários e espera o apoio de toda a categoria juntamente com os sindicatos.